PLANO DE ATIVIDADES PARA 2017

PLANO DE ATIVIDADES PARA 2017

Estimados associados

 

O ano de 2017, no que concerne ao setor de Solidariedade Social, advinha-se como sendo um ano de dificuldades várias, cujos constrangimentos e restrições provenientes do contexto social e económico que afeta o país, influencia diretamente o aumento de capacidade financeira indispensável e prestativa aos mais carenciados.

 

Assim, a nossa Instituição - Liga dos Amigos do Hospital de Matosinhos – Pedro Hispano perspetiva que, para fazer face às necessidades emergentes que surgem frequentemente, terá de continuar atentamente a desenvolver ações de apoio indispensáveis e tentar, dentro do possível, minorar a fragilidade de todos aqueles que acorrem ao nosso serviço hospitalar através da generosa e facultativa ajuda solidária e desinteressadamente afetiva.

 

Para isso continuaremos empenhadamente a desenvolver todo um trabalho que, reconhecidamente, tem obtido resultados positivos junto da nossa comunidade hospitalar, quer apoiando ações de caráter científico, quer contribuindo em parceria para encontros médicos específicos e outros envolvimentos que muito têm contribuído para o apoio reconhecido e generalizado que pretendemos satisfazer, pois só conjugando sinergias é que poderemos corresponder a todas as solicitações que se nos apresentam e para as quais temos de responder de imediato, já que a saúde é um bem que, por vezes, nos atormenta, nos afeta e provoca sofrimento.

 

A exiguidade dos meios financeiros disponíveis, obriga-nos a um envolvimento total de todas as nossas aptidões e aplicabilidade de conhecimentos vários para que possamos prestar uma ajuda solidária, generosa e o mais abrangente possível.

 

A pertinente dedicação que diariamente se coloca para manter e sobretudo elevar toda esta meritória ação Solidária terá de ter, necessariamente, o empenho de toda a Comunidade Concelhia, através de um apelo a todas as boas vontades para que se sintam disponíveis para um contributo dedicado inteiramente a todos aqueles que a doença fragiliza e que carecem de todo o carinho e apoio.

 

Para construirmos um futuro promissor teremos de tecer, quanto antes, a rede que será o seu suporte.

 

Sejamos tecelões do valor humano!

 

 

AÇÕES A DESENVOLVER

 

1. FORMAÇÃO

 

- Dar prioridade à formação de todos os voluntários, promovendo formação geral e específica, que será desenvolvida em conformidade com a disponibilizada pelo hospital e outras ações que se julguem interessantes para o aumento de capacidades e conhecimentos que irão providenciar uma atitude mais eficaz e consentânea com as necessidades vigentes.

 

2. PROJEÇÃO INTERNA

 

- A contínua angariação de associados dentro de toda a comunidade hospitalar é um dos nossos primordiais propósitos pelo que iremos promover uma sensibilização dirigida a todos os sectores de atividade.

 

Com este intuito, continuaremos a divulgar Liga dos Amigos junto dos diversos sectores profissionais do Hospital (médicos, enfermeiros, assistentes sociais e outros) proporcionando uma colaboração partilhada, tanto em encontros específicos bem como em acções de formação levadas a efeito pelos sectores referenciados. Esta colaboração tem vindo a promover a indispensável sensibilização para a captação de novos associados.

 

Por sua vez, podemos afirmar que esta parceria tem permitido acrescentar valor à rúbrica - angariação de fundos do Orçamento.

 

- Continuamos a pugnar pelo espaço (loja) na entrada do hospital, onde possamos apresentar, perante toda a população, a nossa vertente generosa e solidária para com os mais necessitados, desenvolvendo ações de sensibilização e conhecimento de todo o seu âmbito de atuação, bem como possibilitar um possível ponto de venda, de produtos ofertados e cujas receitas reverterão, exclusivamente, a favor dos mais desfavorecidos.

 

3. PROJEÇÃO EXTERNA

 

- Dar continuidade ao desenvolvimento de ações levadas a cabo junto da Sociedade Civil do Concelho, envolvendo a população estudantil em cometimentos solidários e generosos para com os mais necessitados, promovendo programas culturais que dignifiquem a nossa Instituição e, simultaneamente, proporcionar um envolvimento mais consentâneo e eficaz.

 

A Liga dos Amigos só pode sobreviver se todos se envolverem condignamente na sua projeção e divulgação, pois será sempre um corolário de tudo aquilo que os seus associados pretendam que seja.

 

As dificuldades são imensas, a vontade é enorme mas, para vencer esta caminhada, precisamos de todo o vosso apoio.

 

 

ORÇAMENTO PREVISIONAL DE GESTÃO PARA 2017

                   Gastos                                                   Prev. 2017     *Real. 2016       Prev. 2016
Despesas
62221         Publicidade                                               100,00 €               0,00 €          100,00 €
62222         Boletim Informativo                                   500,00 €               0,00 €          600,00 €
6233           Material de Escritório                                400,00 €           284,28 €          500,00 €
6262           Comunicação                                            500,00 €           305,99 €          700,00 €
6266           Comemorações da Liga e Voluntariado    500,00 €                                   600,00 €
68831         Cobrança de Quotas                                 300,00 €                                   450,00 €
68832         Quotizações                                              300,00 €           180,00 €          120,00 €
68881         Serviços Bancários                                     50,00 €             27,23 €              0,00 €
68882         Custos c/ Eventos-Encontros                7.000,00 €        5.195,59 €              0,00 €
6891           Voluntariado/Acção Social                     1.500,00 €           342,74 €       2.000,00 €
6892           Serviços Sociais do Hospital                  8.000,00 €        3.051,83 €     10.500,00 €
                                                                TOTAL     19.150,00 €        9.387,66 €     15.570,00 €

                 Rendimentos
Receitas
721           Quotas                                                     3.800,00 €          1.115,00 €      4.000,00 €
722           Inscrições/Encontros                               3.000,00 €          2.870,20 €             0,00 €
723           Campanha angariação de Fundos             800,00 €                 0,00 €      1.000,00 €
7511         Subsídio C. M. Matosinhos                     1.000,00 €                  0,00 €      1.000,00 €
7512         Outros Subsídios Autárquicos                1.000,00 €                  0,00 €      1.500,00 €
78161        Venda da Páscoa                                         0,00 €                  0,00 €      1.500,00 €
78162        Venda de Natal                                      3.000,00 €                 0,00 €       3.000,00 €
78163        Donativos                                             18.000,00 €        23.780,00 €      5.000,00 €
78164        Donativos em Espécie                           1.000,00 €                 0,00 €      1.000,00 €
7911          Juros Bancários                                        100,00 €               85,52 €          150,00 €
                                                              TOTAL     31.700,00 €        27.850,72 €     18.150,00 €

                 RESULTADO LÍQUIDO

                                                                              12.550,00 €        18.463,06 €        2.580,00 €

                 * Valores de Setembro

 

 

Parecer do Conselho Fiscal

O Conselho Fiscal analisou todos os documentos respeitantes ao exercício do orçamento até ao mês de Setembro e formalizou o seguinte parecer:

 

As operações realizadas encontram-se devidamente fundamentadas, os documentos que servem de suporte são os adequados, dentro da especificidade e dos objetivos prosseguidos pelo que, os valores previsionais estão conforme as ações propostas.

 

Deste modo, somos do parecer que a proposta ora apresentada pela Liga dos Amigos do Hospital de Matosinhos – Pedro Hispano, seguem um caminho de estabilidade financeira e com capacidade evolutiva.

 

O Presidente do Conselho Fiscal

 

Hermano Valente Serrano, Dr.